Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Saúde no frio: como evitar o choque térmico?

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

2017-07-24 13:00:08

 

O corpo trabalha muito para manter a temperatura de 36 graus. A maioria das pessoas não terá problemas com choque térmico. Em geral, é preciso ter cuidado maior com crianças e idosos.

No frio é mais comum acontecer o choque térmico e isso não é brincadeira. Para conversar sobre isso, o Bem Estar desta sexta-feira (21) convidou a otorrinolaringologista Mariana Pinna para explicar como se proteger. O médico socorrista Jorge Ribera deu dicas de segurança e salvamento.

O corpo trabalha muito para manter a temperatura de 36 graus. A maioria das pessoas não terá problemas com choque térmico, porque o corpo é eficiente o suficiente para regular a temperatura e pressão arterial. Por outro lado, não dá para saber quem vai ter o problema. Em geral, é preciso ter cuidado maior com crianças e idosos. Quanto maior a diferença entre a temperatura corporal e a água, maior a chance de ter o choque.

O choque térmico pode produzir a descarga ou síncope vasovagal, quando o coração bate mais devagar e falta sangue no cérebro. Fora da água a pessoa pode desmaiar, mas logo recobra a consciência e sobrevive. Embaixo da água, se ela fica tonta e desmaia, se afoga em decorrência disso e pode morrer, se ninguém salvar a tempo.

.