Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Novos medicamentos ajudam no tratamento da diabetes

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

2017-10-18 13:00:08

 

Em menos de quatro décadas, o número de adultos com diabetes quadruplicou em todo o mundo. Segundo estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 422 milhões de pessoas adultas vivem com essa patologia atualmente, sendo mais de 16 milhões no Brasil. Por ano, a doença mata 72 mil pessoas no país. Cerca de 90% dos casos são referentes ao diabetes tipo 2, que é uma doença na qual o organismo não produz insulina suficiente para controlar os níveis de glicose (açúcar) no sangue ou em que o organismo não é capaz de utilizar a insulina de forma eficaz.
Para ajudar no controle dessa enfermidade que atinge a grande maioria dos pacientes, novos medicamentos foram lançados neste ano após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É o caso do Xultophy, composto formado entre a insulina degludeca (insulina que tem uma ação mais prolongada) e a liraglutida (medicação que retarda o esvaziamento gástrico, induzindo, assim, a saciedade).
“Com a mistura desses dois medicamentos, o paciente tem o tratamento em uma mesma caneta de aplicação, o que é muito interessante, pois diminui o número de ‘picadas’ que ele receberá, reduzindo, assim, a quantidade de insulina usada no dia a dia, além de ajudar no emagrecimento”, destaca o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), Levimar Araújo.
Também surgiram medicamentos orais, como os da classe das Glifosinas. Segundo a endocrinologista Meirielle Teixeira, eles levam à redução da glicose no sangue de forma independente da insulina e promovem, ainda, redução de peso pelo efeito diurético e redução da pressão arterial.