Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Cloreto de sódio e Losartana lideram ranking dos princípios ativos mais vendidos em 2022

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Já está à disponível a 6ª edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico.

 

Já está à disponível a 6ª edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico. A publicação, organizada pela secretaria-executiva da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), reúne dois grandes grupos de informações: um dedicado ao panorama do mercado farmacêutico em 2022 e outro com séries históricas entre 2020 e 2022. Seu propósito é claro: fornecer de maneira lógica e organizada estatísticas abrangentes acerca da indústria de fármacos no Brasil.

 

Estatísticas consolidadas

Para traçar um perfil abrangente do mercado, o anuário utilizou dados consolidados até junho de 2023, extraídos minuciosamente dos relatórios de comercialização submetidos pelas empresas. Estes relatórios abarcam uma vasta gama de produtos farmacêuticos regulados pela CMED, os quais são agrupados em seis categorias distintas: biológicos, específicos, genéricos, similares, novos e fitoterápicos.

 

Leia também: Anvisa suspende lotes de descongestionante nasal

 

Princípios ativos em destaque

Dois princípios ativos emergem como protagonistas nesse cenário. O líder indiscutível é o Cloreto de Sódio, com vendas expressivas. Este composto é conhecido por suas múltiplas aplicações, tais como descongestionante e veículo para diversos medicamentos injetáveis, além de ser empregado na limpeza de ferimentos, entre outros usos médicos.

Logo em seguida, está a Losartana Potássica, com vendas igualmente robustas, situadas entre 150 e 300 milhões de unidades. Este medicamento desempenha um papel fundamental no tratamento de hipertensão, bem como na redução do risco de morbidade e mortalidade cardiovasculares em pacientes hipertensos portadores de hipertrofia ventricular esquerda. Além disso, oferece proteção renal em indivíduos com diabetes tipo 2 e proteinúria.

 

Impacto na saúde pública

Não é somente sua relevância clínica que chama a atenção. A Losartana Potássica também se consolida como um dos medicamentos mais prescritos, desempenhando um papel significativo na saúde pública. Sua inclusão na lista de produtos oferecidos a custo zero pela Farmácia Popular do Ministério da Saúde sublinha sua importância como agente acessível no cuidado da saúde da população.

Em suma, o Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico proporciona uma visão aprofundada do setor farmacêutico no Brasil. Suas informações confiáveis e meticulosamente coletadas se tornam um recurso valioso para profissionais da saúde, pesquisadores e responsáveis pela formulação de políticas públicas.

 

Losartana x custo benefício

A conselheira federal de Farmácia pelo Estado do Acre, Isabela Sobrinho, que também integra o Grupo de Trabalho sobre Saúde Pública do CFF, destaca que o grande consumo de Losartana é justificado pelos benefícios que ela oferece à quem prescreve e a quem consome. 

“A Losartana é um medicamento barato e de fácil acesso, utilizado principalmente por adultos jovens. Muitas vezes, ele compõe as Relações Municipais de Medicamentos (Remumes). De fato, oferece uma eficácia muito grande é muito consumido por isso. O consumo da Losartana associado à prática de exercícios físicos promove uma melhoria na qualidade de vida. Além disso, sua posologia, de uma forma variável, facilita o ajuste posológico. É um medicamento disponível e está claro por que é um dos medicamentos campeões de vendas, justamente pelo seu custo benefício”, observa.

 

Foto: CFF
Fonte: CFF