Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

AGL fecha parceria para auditar vendas pelo WhatsApp

Vendas por whatsapp

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

As vendas pelo WhatsApp em farmácias regionais ganham uma nova ferramenta.

 

A AGL, consultoria especializada em marketing digital para o setor, fechou uma parceria com a Único Contato, empresa que atua na gestão de atendimentos. O objetivo é mensurar e auditar as transações por esse canal, hoje uma das principais plataformas de comércio digital do pequeno e médio varejo.

 

Leia também: Farmácia Popular amplia cobertura gratuita e inclui medicamentos contra osteoporose e anticoncepcionais

 

Segundo pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), realizada em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), 84% das empresas que vendem produtos ou serviços digitalmente utilizam amplamente o aplicativo de mensagens.

 

“Como especialistas em marketing digital, conseguimos levar o cliente até o WhatsApp da farmácia, mas ficávamos carentes de dados efetivos sobre as conversões de vendas. Munidos dessas informações, conseguimos mostrar ao gestor os gargalos que interferem na efetivação da compra, como a demora no atendimento, precificação equivocada e mix inadequado ou insuficiente”, explica o CEO Luis Henrique Coelho.

 

Vendas por whatsapp
Vendas por whatsapp

 

Vendas pelo WhatsApp podem aprimorar ações de trade

As vendas pelo WhatsApp com auditoria podem, na visão do executivo, lapidar as ações de trade na indústria no varejo regional. “A parceria com a Único Contato ajudará a visualizar os motivos que estão impedindo as conversões e até mesmo quantificar quais vendas foram geradas por meio das ações de tráfego pago de produtos exclusivos, auditando dados relacionados a público, preço e marca”, ressalta Coelho.

 

“Plataformas como o Google ADS e o Facebook já fornecem esses dados, mas não apresentam o mesmo alcance e poder de influência do WhatsApp”, reforça. De acordo com ele, por meio dessa parceria, a companhia tem planos de gerar uma demanda para indústria, na qual a rede pode fechar um projeto de trade para um produto específico.

 

A parceria teve início em agosto e a AGL prevê a adesão de até 90 clientes. “Fechamos um contrato com uma rede de farmácias de São Paulo que trabalha com licenciamento de marca e estamos em negociações com uma rede de Santa Catarina e outra da Paraíba”, acrescenta o CEO.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Panorama Farmacêutico