Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.
Sincofarma SP

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Oito em cada dez farmácias no Brasil pertencem a pequenos e médios empresários

Farmácias de pequeno e médio porte

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Farmácias de pequeno e médio porte – Números são mais positivos agora do que no período pré-pandemia.

 

As farmácias de pequeno e médio porte (PMEs) desempenham um papel fundamental na economia brasileira e na saúde pública do país, fornecendo produtos e serviços essenciais para a saúde e o bem-estar da população. De acordo com o Serviço Social de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), essas empresas representam impressionantes 84% do mercado farmacêutico nacional.

 

O Brasil abriga um grande número de farmácias de pequeno e médio porte. Embora seja difícil obter um número exato de quantas existem no país devido à constante evolução do mercado, estimativas sugerem haver mais de 100 mil drogarias espalhadas por todo o território nacional.

 

Leia também: Pesquisa detalha consumidores digitais de medicamentos

 

Setor farmacêutico no Brasil

O setor farmacêutico brasileiro é um dos mais importantes e dinâmicos da economia, gerando emprego, renda, inovação e saúde para a população. Segundo dados da 6ª Edição do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, a venda de medicamentos no país gerou um faturamento de R$ 131,2 bilhões em 2022. Em termos comparativos, a receita, cujo valor em 2021 era de R$ 135,2 bilhões, teve uma redução de cerca de 3%.

 

Apesar disso, o segmento segue em expansão. Somente no primeiro semestre de 2023, foram abertas mais de 4 mil drogarias no Brasil — número superior ao de empresas abertas antes da pandemia. Os dados são de um levantamento realizado pelo Sebrae, a partir de dados fornecidos pela Receita Federal.

 

A pesquisa também mostrou que, atualmente, existem cerca de 122 farmácias no país, sendo que 84% delas — isto é, 102,5 mil — são micro e pequenas empresas. Esses números mostram o poder e a relevância desses estabelecimentos para a população e economia do país, conforme explica Flávio Barros, gestor do segmento de Saúde e Bem-Estar do Sebrae, em entrevista à Agência Sebrae de Notícias.

 

“O segmento já era um dos que mais cresciam no país, que geravam mais renda e faturamento antes da pandemia. Depois disso, esse setor não parou de crescer, pois ninguém deixou de comprar remédios nesse período, como aconteceu com outros setores em que os clientes desapareceram. Inclusive o e-commerce e a farmácia delivery foram fundamentais para as farmácias se manterem”, afirma.

 

Impactos das farmácias de pequeno e médio porte na comunidade local

As farmácias de pequeno e médio porte têm uma presença significativa nas comunidades em que estão inseridas. Além de oferecer medicamentos, elas atuam como centros de informação e aconselhamento de saúde, fornecendo orientação aos clientes sobre o uso adequado de medicamentos, prevenção de doenças e estilo de vida saudável.

 

Esses estabelecimentos também podem ter outros impactos positivos para a população, uma vez que podem contribuir para:

  • A prevenção de doenças, ao prestarem serviços de saúde à comunidade local, como consulta farmacêutica, preparação individualizada da medicação, administração de vacinas, check saúde, dentre outros. Esses serviços podem reduzir os custos com saúde e diminuir as filas e a sobrecarga do sistema público de saúde;
  • A educação sanitária, ao disseminarem informações sobre temas relevantes para a saúde pública, como o combate à dengue, à covid-19, à tuberculose, à hanseníase e à leishmaniose. Essas informações podem aumentar a conscientização e a participação da população nas ações de vigilância e controle dessas doenças;
  • A geração de emprego e renda, por contratarem mão-de-obra qualificada ou oferecerem capacitação profissional aos seus funcionários, além de estimularem o comércio local e a circulação de dinheiro na economia;
  • A inclusão social, ao promoverem o acesso à saúde de populações vulneráveis ou carentes, como idosos, pessoas com deficiência, gestantes, crianças, indígenas, entre outros. Essas drogarias podem participar de programas sociais do governo ou de organizações não governamentais, como a Farmácia Popular, que oferece medicamentos gratuitos ou com desconto para doenças crônicas como hipertensão, diabetes e asma.

 

Produtos e serviços oferecidos à população

As farmácias de pequeno e médio porte oferecem uma ampla gama de produtos e serviços aos clientes. Esses estabelecimentos não se limitam apenas à venda de medicamentos, mas também se esforçam para atender às diversas necessidades de saúde e bem-estar da comunidade.

 

A seguir, destacamos alguns dos produtos e serviços comuns oferecidos por essas farmácias:

  • Medicamentos;
  • Produtos de cuidados pessoais;
  • Itens de higiene;
  • Produtos para bebês;
  • Suplementos nutricionais;
  • Equipamentos médicos e de saúde;
  • Serviços farmacêuticos;
  • Administração de vacinas;
  • Testes de saúde;

 

Como as farmácias PMEs diferenciam das grandes redes?

As PMEs se diferenciam significativamente das grandes redes de farmácias em vários aspectos essenciais. Essas diferenças moldam a experiência do cliente e destacam o valor único que esses estabelecimentos trazem para suas comunidades locais.

 

Atendimento personalizado

Uma das distinções mais marcantes é o atendimento personalizado oferecido pelas farmácias locais. Os funcionários muitas vezes conhecem seus clientes pelo nome, criando relacionamentos de confiança e proporcionando um atendimento mais individualizado.

 

Comunidade e conexão local

Drogarias de pequeno e médio porte tendem a estar profundamente enraizadas em suas comunidades. Elas participam ativamente em eventos locais e apoiam causas comunitárias, criando uma forte conexão emocional com os moradores locais.

 

Resposta rápida às necessidades locais

As farmácias locais têm a flexibilidade de adaptar rapidamente seus produtos e serviços às necessidades específicas da comunidade. Isso pode incluir a introdução de produtos relacionados a eventos locais ou surtos sazonais.

 

Variedade de produtos

Esses estabelecimentos podem oferecer um mix de produtos mais diversificado e adaptado às necessidades e preferências dos seus clientes, incluindo produtos exclusivos, regionais, naturais e de produtores locais. Esses itens podem atrair consumidores que buscam alternativas aos medicamentos convencionais ou que valorizam a sustentabilidade e a responsabilidade social.

 

Farmácias de pequeno e médio porte
Farmácias de pequeno e médio porte

 

O preço

Elas tendem a oferecer preços mais competitivos e flexíveis aos seus clientes, aproveitando-se de estratégias como compras coletivas, negociações diretas com fornecedores, promoções sazonais ou programas de fidelidade.

 

Quais desafios as farmácias menores enfrentam em comparação com grandes redes de farmácias?

As farmácias de menor porte enfrentam uma série de desafios em comparação com suas contrapartes maiores, que podem ser particularmente difíceis de superar devido aos recursos limitados e à competição com as grandes redes farmacêuticas. Alguns dos desafios mais comuns incluem:

  • Concorrência de grandes redes: esses estabelecimentos competem com grandes redes que têm recursos financeiros consideráveis;
  • Pressão por preços baixos: para competir, as drogarias menores muitas vezes enfrentam pressão para manter os preços baixos, o que pode afetar suas margens de lucro e sua capacidade de investir em melhorias e expansão;
  • Dificuldade com fornecedores: grandes redes farmacêuticas frequentemente têm mais poder de negociação com os fornecedores, permitindo-lhes obter produtos a preços mais baixos. As farmácias menores podem ter menos influência nesse aspecto;
  • Regulamentações e conformidade: cumprir com regulamentações rigorosas na venda de produtos farmacêuticos, manter registros precisos e garantir a qualidade e segurança dos produtos pode ser um desafio que exige recursos extras e conformidade constante;
  • Marketing e publicidade limitados: as grandes redes têm orçamentos substanciais para marketing e publicidade, o que pode tornar difícil para as empresas menores competir em termos de alcance e visibilidade;
  • Pandemia e crises de saúde pública: eventos como a pandemia de Covid-19 podem ter um impacto desproporcional nos estabelecimentos menores, que podem enfrentar dificuldades para adquirir suprimentos, implementar medidas de segurança e manter operações durante crises de saúde pública.

 

Apesar das dificuldades, as farmácias de pequeno e médio porte seguem em crescimento e são parte essencial desse setor, pois podem fazer a diferença na vida das pessoas.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Guia da Farmácia
IA da Panvel facilita atendimento nas farmácias

Criada recentemente, a IA da Panvel começou a ser utilizada em cinco farmácias da rede em abril e já está presente em 400 lojas. O Serviço de Orientação Farmacêutica com Inteligência Artificial foi batizado como Sofia, e desenvolvido a partir dos modelos generativos ChatGPT, da OpenAI e Claude, da Anthropic.