Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.
Sincofarma SP

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Consumo de medicamentos para doenças mentais aumenta 88,4% em 2023

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Medicamentos para depressão, ansiedade e síndrome do pânico lideraram as vendas no período

 

A busca por bem-estar emocional tem se tornado mais comum na vida dos brasileiros, aponta o levantamento da epharma. De acordo com os dados da empresa, a venda de medicamentos para tratar a saúde mental cresceu 88,4% entre os beneficiários do programa PBM em 2023, em comparação com o ano anterior.

Segundo o levantamento da epharma, os cinco principais ativos mais comercializados durante 2023 foram, respectivamente, Escitalopram, Sertralina, Clonazepam, Venlafaxina e Fluoxetina. Das doenças mentais, a depressão foi a que apresentou maior evolução de venda no período, com crescimento de 73,34%. Na sequência, estão ansiedade (71,4%) e síndrome do pânico (48,87%).

 

 

 

“As doenças mentais têm sido um dos principais desafios da saúde pública e os dados do levantamento evidenciam o aumento de cuidados efetivos em saúde mental cuidado para promoção de bem-estar e, consequentemente, impactar positivamente aspectos do cotidiano, como relacionamentos, vida profissional, entre outros”, explica Wilson Oliveira Junior, diretor de Negócios e Operações da epharma.    

As doenças mentais abrangem uma ampla gama de condições que afetam o pensamento e o comportamento. Os sintomas variam, mas frequentemente incluem alterações no humor, ansiedade, isolamento social, dificuldade de concentração e alterações no sono.

 

Leia também: Vendas de medicamentos para depressão e ansiedade crescem 7%

 

“É fundamental abordar abertamente o tema de saúde mental para ampliar a conscientização e garantir que as pessoas com esses sintomas procurem por profissionais especializados e façam o tratamento adequadamente”, finaliza Emerson Marques, psicólogo do CEJAM.

 

Fonte: Guia da Farmácia
Foto: Reprodução
IA da Panvel facilita atendimento nas farmácias

Criada recentemente, a IA da Panvel começou a ser utilizada em cinco farmácias da rede em abril e já está presente em 400 lojas. O Serviço de Orientação Farmacêutica com Inteligência Artificial foi batizado como Sofia, e desenvolvido a partir dos modelos generativos ChatGPT, da OpenAI e Claude, da Anthropic.