Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.
Sincofarma SP

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Porque habilitar sua farmácia para a aplicação de vacinas

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Dias 01 e 02 de março no Sincofarma acontece o curso de capacitação para Habilitação de Farmacêuticos em Vacinação. Inscreva-se!

 

Desde 2014, as farmácias têm permissão para dispor de vacinas e soros para atendimento à população de acordo com a Lei nº 13.021. Para garantir a qualidade e capacitação desse serviço, o Sincofarma, com a chancela do ICT, realiza o curso de Programa de Formação de Habilitação de Vacinação para Farmacêuticos.

O programa visa capacitar profissionais da área para autuarem como vacinadores e atende todas as exigências do CFF e Mec.

Este curso está ainda de acordo com a publicação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) de dezembro de 2017 da RDC nº 197, que define os requisitos para funcionamento do serviço de vacinação humana no país. Ainda, cumpre todas as regras do Conselho Federal de Farmácias (CFF) da Resolução nº 654.

 

Quem sai na frente

Após a regulamentação da aplicação de vacinas em farmácias, o ICTQ, primando por seu pioneirismo, desenvolveu o primeiro Programa de Formação e Habilitação de Farmacêuticos em Vacinação, de acordo com a Resolução nº 654/2018 do CFF, a Portaria nº 49/2018 do CFF e a RDC nº 197/2017 da Anvisa.
Ismael destaca que o ICTQ é inovador na implantação desse programa e ressalta que os profissionais poderão entender os procedimentos técnicos sobre vacinação para aplicar os pré-requisitos exigidos pelas resoluções publicadas pelo CFF e pela Anvisa. “Nosso propósito no ICTQ é capacitar e habilitar tecnicamente os alunos para aplicação de vacinas no âmbito nacional”, conclui Rosa. Confira nossa agenda em São Paulo.

 

AS DROGARIAS QUE TEM VACINA SÃO REFERÊNCIAS NAS SUAS CIDADES

 

As farmácias e drogarias que investem em vacinação saem a frente nesse serviço farmacêutico. São consideradas referências quando implantam em seus estabelecimentos este importante diferencial.


Segundo matéria do Estado de Minas, as farmácias tiveram um crescimento de 189% em imunizantes aplicados nos primeiros seis meses do ano, em comparação com 2022.


Ainda conforme a matéria, as drogarias seguem como referência na aplicação de imunizantes, já que muitas pessoas buscam vacinas que não são disponibilizadas em postos de saúde para seus grupos. É o caso do imunizante contra o HPV, cujo público-alvo, segundo Governo Federal, são jovens entre nove e 14 anos de idade. 

Atualmente, a vacina contra o HPV está entre as 10 mais procuradas nas drogarias. Entretanto, o imunizante contra a influenza (Gripe) continua sendo o campeão de aplicações.


Outro caso de disparo de procura por vacinas nas farmácias é apontado pela CNN. Segundo o portal, o aumento de casos de dengue faz disparar busca por vacinas.


Nas unidades da Raia e Drogasil, a procura pela Qdenga subiu 480% entre novembro de 2023 e janeiro deste ano em todo o país. Cada dose custa R$ 349,90 e a prescrição médica é obrigatória para ser vacinado.
A vacina também é vendida nas unidades da rede Pague Menos e Extrafarma de 15 estados em todas as regiões brasileiras. O grupo viu as vendas do imunizante crescerem 200% em janeiro. Não é necessário agendamento para receber as doses. Cada aplicação custa R$ 363,00.

 
HABILITAÇÃO DE FARMACÊUTICOS PARA A APLICAÇÃO DE VACINAS


A classe farmacêutica tem um modo peculiar de regulamentar as atividades profissionais. Atualmente, o exercício da farmácia clínica, da farmácia estética e agora especificamente o exercício do serviço de vacinação, fundamenta-se em normas e cursos específicos, inclusive com as exigências de conteúdos e cargas horárias delineadas, diferentemente de outras profissões na área da saúde, que não possuem exigências específicas como formação exclusiva para, por exemplo, realizar prescrições.


Diante das diferenças na formação exigida em comparação com os demais profissionais de saúde, o farmacêutico deve estar atento às evoluções e, principalmente, às atualizações das legislações que requerem deles formação contínua. “É importante o farmacêutico buscar cursos de atualizações o tempo todo. Por meio das novas resoluções e do cumprimento delas, os farmacêuticos poderão exercer a profissão de modo pleno nas farmácias, aproveitando todas as modificações e os avanços que a Lei nº 13.021/14 traz para a profissão e para a saúde das pessoas atendidas”, explica Ismael Rosa, Gerente do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-graduação para Farmacêuticos.

 

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E HABILITAÇÃO DE VACINAÇÃO PARA FARMACÊUTICOS


Dias: 01 e 03 de Março de 2024 das 8:30h às 17h (parte prática e parte teórica em EaD)
Local: Sincofarma SP
Rua Santa Isabel, 160 – 6º andar (Ed. Isabel) – Vila Buarque – São Paulo.
O curso inclui: Apostila, Material em EaD, Materiais da parte prática, café de boas vindas e coffee break, certificado com a chancela ICTQ.

Inscrições: sincofarmasp.com.br/cursos-vacinacao/

 

 

Fonte: SincofarmaSP
IA da Panvel facilita atendimento nas farmácias

Criada recentemente, a IA da Panvel começou a ser utilizada em cinco farmácias da rede em abril e já está presente em 400 lojas. O Serviço de Orientação Farmacêutica com Inteligência Artificial foi batizado como Sofia, e desenvolvido a partir dos modelos generativos ChatGPT, da OpenAI e Claude, da Anthropic.