Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Como o uso de fitoterápicos pode ajudar nos incômodos do dia a dia

Medicamentos fitoterápicos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Entre na lista de espera para nosso curso de Homeopatia – da Teoria à Prática, e aprenda sobre os Pilares da Homeopatia, Medicamentos homeopáticos, Tinturas homeopáticas, e diversos outros temas! Participe!

 

Os medicamentos fitoterápicos são úteis para diversos incômodos, como dores intensas e problemas gástricos.

 

Os medicamentos fitoterápicos podem ser utilizados para doenças com complexidades diferentes: desde males menores até as de maior gravidade ou crônicas. Entretanto, o paciente é único em suas necessidades e cada caso deve ser avaliado cuidadosamente.

 

“Muitas vezes, o medicamento fitoterápico é escolhido prioritariamente em razão de apresentar menores efeitos colaterais e uma ação mais branda em situações de uso crônico. Considerando um processo reumático com dores intensas em um indivíduo que apresenta, por exemplo, problemas gástricos e sendo um problema crônico, apesar dos medicamentos de origem sintéticas serem mais efetivos, haverá maior manifestação de efeitos adversos o que, muitas vezes, inviabilizará sua utilização e, talvez, a opção terapêutica mais indicada seja o uso de um medicamento fitoterápico”, esclarece a farmacêutica responsável pela Farmácia Universitária da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), Maria Aparecida Nicoletti.

 

Medicamentos fitoterápicos
Medicamentos fitoterápicos

 

Acompanhe, a seguir, algumas situações em que os fitoterápicos são indicados:

 

Pernas cansadas: primeiro é necessário estabelecer sua origem e, dependendo da causa, há fitoterápicos que podem ajudar.

 

Estresse e ansiedade: medicamentos fitoterápicos são opções mais naturais de tratamento. Geralmente, não têm os efeitos colaterais tão presentes nos medicamentos sintéticos e, sendo assim, não são tão agressivos

 

Azia e má digestão: entre os ativos que podem ajudar está o alecrim que é um fitoterápico proveniente do mediterrâneo e utilizado por séculos como tempero e erva medicinal com propriedades analgésicas, estimulantes da memória e da imunidade e da circulação.

 

Tosse: um ativo com ação para a tosse é a Hedera helix, utilizada em xaropes nas doenças das vias aéreas devido à ação mucolítica e broncodilatadora.

 

 

Foto: Freepik
Fonte: Guia da Farmácia