Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Vendas de produtos farmacêuticos devem crescer 1,6% entre julho e setembro de 2023

Vendas de produtos farmacêuticos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Instituições dão as suas previsões de vendas de produtos farmacêuticos até setembro desse ano.

 

Novo estudo que mapeia a inadimplência no varejo realizado pelo Ibevar – Fia Business School, mostra taxas que variam entre 5,93% e 6,50%.

 

Especificando os dados da pesquisa, a taxa de inadimplência (recursos livres) deve ficar entre 5,93% e 6,50%, com média estimada 6,22% para julho de 2023.

 

Leia também: Atuação do farmacêutico clínico contribui para reduzir erros de medicação

 

Esse levantamento implica uma queda de 0,06 p.p. em relação ao valor real de maio de 2023 e um aumento de 0,12 p.p. em relação ao valor estimado para junho de 2023.

 

Considerando-se o aumento de atrasos (recursos livres) observado é razoável esperar uma taxa de inadimplência entre a média (6,22%) e o limite superior (6,50%) do intervalo estimado para o mês de julho de 2023.

 

Projeção de vendas

Já o estudo com relação às vendas no conceito varejo restrito mostra que haverá um crescimento de 0,8% no período julho-setembro de 2023.

 

Em termos dos segmentos a projeção indica nesses três meses crescimento em produtos farmacêuticos (1,6%). Aponta-se estabilidade para material de escritório, veículos, combustíveis e produtos alimentares de modo geral.

 

 

Foto: Shutterstock
Fonte: Guia da Farmácia