Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Vacina contra a Covid puxa faturamento das farmacêuticas

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Participe do curso de Vacinação, e desenvolva habilidades técnicas para a aplicação de vacinas na sua farmácia! Próxima turma nos dias 29 e 30/09, não perca!

 

A vacina contra a Covid-19 foi a principal âncora do crescimento da indústria farmacêutica em 2022, que alcançou receita recorde de R$ 131,2 bilhões. Os dados são do Anuário Estatístico do Mercado Farmacêutico, apresentado na última semana pela Secretaria Executiva da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (SCMED).

O faturamento com os imunizantes totalizou R$ 5,44 bilhões e representou 4,15% do montante arrecadado pelos laboratórios no ano passado. A categoria superou, inclusive, os anticorpos monoclonais antineoplásicos destinados ao tratamento de diversos tipos de câncer – como o de pulmão, rins e o melanoma. Este segmento, até então imbatível na liderança, movimentou R$ 4,16 bilhões, o equivalente a 3,17% da receita total.

 

Leia também: Cobertura vacinal contra gripe em São Paulo está em 44,5%; meta é 90%

 

O terceiro lugar coube aos analgésicos não narcóticos e antipréticos isentos de prescrição, entre os quais dipirona e paracetamol, cujas vendas superaram R$ 2,99 bilhões. Na sequência aparecem os chamados produtos anti-TNF (R$ 2,51 bilhões), que compreendem os remédios para doenças autoimunes e inflamatórias; e os fármacos contra diabetes e obesidades, como Ozempic e Saxenda (R$ 2,26 bilhões).

 

 

Vacina contra a Covid lidera faturamento das farmaceuticas

Vacina contra a Covid impacta ranking de faturamento

A vacina contra a Covid também impactou o ranking de faturamento da indústria. Das 13 farmacêuticas que registraram faturamento acima de R$ 3 bilhões no mercado brasileiro no ano passado, cinco tiveram como carros-chefes os imunizantes utilizados no combate ao coronavírus. Para compor essa avaliação, o anuário dividiu as empresas em duas listas, sendo uma formada por grupos econômicos e a outra por laboratórios independentes.

Considerando os grupos econômicos, a Pfizer alçou à inédita segunda colocação na indústria, posto tradicionalmente ocupado pela Hypera Pharma. A Johnson & Johnson e a AstraZeneca chegaram pela primeira vez ao top 10. Já entre as empresas independentes, destaca-se a liderança também inédita da Fundação Oswaldo Cruz, enquanto o Instituto Butantan estreou na relação das dez primeiras.

Vacina contra a Covid acelera foco do setor em inovação

A vacina contra a Covid-19 acelerou a estratégia da indústria de apostar em terapias e medicamentos inovadores. “As empresas estrangeiras estão se desfazendo de seus portfólios maduros em favor de tratamentos de alta complexidade, acredita Nelson Mussolini, presidente executivo do Sindusfarma.

“Desde 2013, os aportes da indústria em plantas dedicadas a pesquisa & desenvolvimento no Brasil totalizam R$ 11 bilhões”, complementa Reginaldo Arcuri, presidente do Grupo FarmaBrasil.

Ainda para Mussolini, o tamanho da população é outro fator que influenciou para o recorde de faturamento. “Temos número de habitantes e população idosa maiores na comparação com os demais países. Mas a grande diferença está no sistema público de saúde, cuja acessibilidade do SUS funciona como uma alavanca para a rede privada e o consumo de medicamentos”, argumenta.

 



VACINAÇÃO – Programa de Formação e Habilitação de Vacinação para Farmacêuticos

Dias 29 e 30/08 – Sexta e Sábado

Este curso tem a chancela do ICTQ, para desenvolver habilidades técnicas, que proporcionem ao farmacêutico a planejar, implantar e executar os procedimentos de aplicação de vacinas em farmácias, conforme a Resolução n.º 654/2018 do CFF.

O curso de Vacinação cumpre todos os requisitos exigidos pelo CFF com 40 horas de atividades, divididas em 20 horas na modalidade presencial (2 dias) e 20 horas a distância (EaD), reunindo as principais informações para possibilitar o desenvolvimento de competências necessárias à prestação de serviços de vacinação.

Investimento

  • Associado: R$ 275,00
  • Não Associado: R$ 550,00
  • Boleto ou cartão em até 3x sem juros.

 

Incluso no valor do curso:

Apostila, Materiais da parte prática, Café de Boas-vindas e Coffee Break, Certificado com chancela ICTQ .

 

PROGRAMA

  • 08:30 – Credenciamento e Coffee Break boas vindas
  • 08:30 – Início do Curso
  • 10:00 – Coffe Break
  • 12:00 – Almoço (Não incluso no curso)
  • 13:00 – Retorno para o curso
  • 17:00 – Encerramento
 
Fonte: Panorama Farmacêutico
Foto: Sincofarma/SP