Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Europa alerta para a “explosão” de casos de Ozempic falsificado e gera preocupação em autoridades

Canetas falsamente rotuladas como Ozempic

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Canetas falsamente rotuladas como medicamento para diabetes Ozempic (semaglutida, 1 mg, solução injetável) foram identificadas em empresas atacadistas na União Europeia e no Reino Unido.

 

Nesta quarta, 19/10, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) emitiu um comunicado urgente sobre a disseminação de injeções falsificadas do medicamento Ozempic, destinado ao tratamento da diabetes. A demanda por este medicamento aumentou consideravelmente, nos últimos meses, devido à sua notável eficácia na promoção da perda de peso.

 

Essas unidades fraudulentas, todas identificadas com rótulos em alemão, foram identificadas em diversos países, embora a agência não tenha divulgado quais exatamente. Surpreendentemente, todas essas unidades entraram legalmente no mercado por meio de canais de distribuição na Alemanha e na Áustria.

 

Leia também: Distribuidora de medicamentos recebe multa por sobrepreço

 

O comunicado da EMA salienta que “canetas falsamente rotuladas como medicamento para diabetes Ozempic (semaglutida, 1 mg, solução injetável) foram identificadas em empresas atacadistas na União Europeia e no Reino Unido”.

 

A descoberta de unidades falsificadas no circuito legítimo de distribuição de medicamentos deixou os responsáveis da EMA extremamente preocupados. Contudo, até o momento, não existem evidências de que os pacientes tenham sofrido danos decorrentes do uso desses medicamentos falsificados. A EMA está colaborando ativamente com as autoridades nacionais dos países envolvidos e com as forças policiais para aprofundar a investigação. Adicionalmente, distribuidores paralelos em toda a União Europeia foram alertados, conforme especificado no comunicado.

 

Por outro lado, as autoridades reguladoras alemãs e austríacas já tomaram medidas contra os envolvidos, devido à não conformidade com as boas práticas de distribuição e à falta de observância dos procedimentos requeridos, incluindo medidas de segurança.

 

É crucial notar que a detecção de medicamentos falsificados em canais legais representa um avanço significativo em relação aos alertas anteriores, que predominantemente se concentravam nas vendas online. Na semana passada, a Novo Nordisk, maior empresa europeia em termos de capitalização e fabricante do Ozempic, além de outro medicamento com o mesmo princípio ativo destinado à perda de peso, emitiu o último alerta desse tipo.

 

Como comprar medicamento de forma segura

José Ricardo Amadio, farmacêutico e conselheiro federal de Farmácia por Mato Grosso, ressalta que a procedência adequada dos medicamentos é essencial para garantir a eficácia do tratamento, a segurança do paciente e a integridade do sistema de saúde. “Ao adquirir medicamentos, é importante sempre recorrer a fontes confiáveis, como farmácias licenciadas e prescritores, a fim de assegurar a origem e a qualidade do medicamento que está sendo utilizado”, destaca o conselheiro.

 

O farmacêutico destaca que a compra de medicamentos pela internet e de fontes não verificadas aumenta o risco de adquirir medicamentos falsificados. “A conscientização e a educação sobre os perigos dos medicamentos falsificados também desempenham um papel importante na proteção da saúde pública”, conclui José Ricardo Amadio.

 

Veja dicas valiosas do farmacêutico José Ricardo Amadio na hora de escolher onde comprar seus medicamentos:

 

– Prescrição: sempre obtenha uma receita adequada para qualquer medicamento que requeira prescrição. Evite a automedicação, pois pode ser perigosa e ineficaz.

 

– Farmácias: compre seus medicamentos em farmácias físicas ou online confiáveis. Recorra ao farmacêutico para responder a suas dúvidas.

 

– Verifique a autenticidade: certifique-se de que os medicamentos tenham embalagem original e número de lote. Medicamentos genéricos também devem ser de fontes confiáveis e aprovadas. É importante conferir o registro  

 

– Evite ofertas “milagrosas”: desconfie de ofertas, principalmente em sites de origem duvidosa, que pareçam boas demais para ser verdade. Medicamentos a preços muito baixos ou promessas de curas milagrosas devem ser questionados.

 

– Consulte um farmacêutico: sempre que tiver dúvidas sobre um medicamento, sua dosagem ou possíveis interações com outros medicamentos que você está tomando, consulte um farmacêutico. Eles estão disponíveis para fornecer informações e orientações.

 

Canetas falsamente rotuladas como Ozempic
Canetas falsamente rotuladas como Ozempic

 

– Descarte adequado: descarte medicamentos vencidos ou não utilizados de maneira apropriada. Pergunte ao seu farmacêutico sobre as opções disponíveis para devolver ou descartar medicamentos.

 

– Conheça os efeitos colaterais: familiarize-se com os possíveis efeitos colaterais do medicamento e saiba o que fazer se ocorrerem. Isso é especialmente importante para medicamentos de uso contínuo.

 

– Mantenha um registro: mantenha um registro dos medicamentos que você está tomando e esteja ciente de quaisquer alergias ou reações adversas que você possa ter.

 

– Evite a automedicação: nunca tome medicamentos sem a orientação de um profissional de saúde. A automedicação pode levar a riscos à saúde.

 

Em caso de dúvida, não hesite em procurar orientação de um farmacêutico.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: CFF
Canetas falsamente rotuladas como Ozempic