Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Novembro azul: câncer é doença urológica mais temida por homens, seguida por impotência sexual

Doença urológica

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Doença urológica – De acordo com informações divulgadas pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o câncer é a condição urológica que mais preocupa os homens (58%), seguida pela disfunção erétil (37%).

 

No caso dos homens com mais de 40 anos, somente 32% consideram sua saúde uma grande preocupação e 46% só procuram um médico quando experimentam sintomas incomuns. Esse número sobe para 58% quando optam pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como fonte de atendimento. O exame de toque retal ainda é motivo de temor para um em cada sete homens, com maior apreensão entre aqueles com mais de 60 anos.

 

Leia também: Anvisa altera pontualmente a RDC sobre exames de análises clínicas na farmácia

 

Esses dados fazem parte da pesquisa de percepção da saúde masculina realizada pela SBU, com o apoio do Laboratório Adium. O estudo foi conduzido pelo Instituto de Pesquisa IDEIA, utilizando um aplicativo móvel para entrevistar homens com mais de 40 anos em todo o país.

 

O grupo que demonstra maior tendência a buscar assistência médica apenas quando apresenta sintomas pertence à faixa etária de 40 a 44 anos, com 49%. Por outro lado, indivíduos com mais de 60 anos são os que parecem cuidar mais da própria saúde, com 78% afirmando que realizam exames a cada seis meses ou um ano. Mesmo com essas estatísticas, a metade dos homens com mais de 40 anos ainda sente medo ou ansiedade em relação à sua saúde, de acordo com a SBU.

 

Doença urológica
Doença urológica

 

Carlos André Sena, farmacêutico e conselheiro federal de Farmácia pelo Amapá, destaca que muitos homens procuram as farmácias para tratar os sintomas e isso acaba sendo um fator decisivo para o agravamento da doença. “Precisamos conscientizar esses homens, na faixa dos 40 anos, que um especialista deve ser consultado sempre que algum sintoma aparecer. Os medicamentos, sem prescrição, acabam sendo fator decisivo para que os homens, estatisticamente, tenham de sete a oito anos de vida a menos que as mulheres”, aponta Carlos.

 

O farmacêutico ressalta que é importante observar os sinais do nosso corpo: “o câncer de próstata pode não apresentar sintomas em seus estágios iniciais. No entanto, à medida que a doença progride, os sintomas podem se tornar mais evidentes. Fique atento se tiver dificuldade ao urinar ou se a frequência urinária aumentar, se existir a sensação de que não consegue esvaziar completamente a bexiga, dor ou desconforto na região pélvica ou sangramento no sêmen ou na urina”.

 

Portanto, se você suspeitar de câncer de próstata ou tiver preocupações, é fundamental procurar orientação de um profissional para avaliação e diagnóstico adequados.

 

 

Foto: Freepik
Fonte: CFF
Doença urológica