Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.
Sincofarma SP

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Preço dos medicamentos ficou mais caro para 74% dos consumidores

Preços dos medicamentos ficaram muito mais caros

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Segundo pesquisa da Opinion Box, para 74% dos consumidores, os preços dos medicamentos ficaram muito mais caros nos últimos 12 meses até novembro de 2023. O setor é o segundo com maior percepção de avanço no preço, atrás apenas dos supermercados.

 

Leia também: Terapia biológica para asma pode eliminar uso de bombinha

 

A pesquisa entrevistou 2.081 consumidores por meio da internet, sendo a maioria dos entrevistados formada por mulheres (51%), na faixa etária de 30 a 49 anos (45%), residentes no Sudeste (47%) e pertencentes às classes C, D e E (85%).

 

Preço dos medicamentos pesa mais em orçamento “apertado” 

O estudo também expõe uma possível resposta para o porquê de o preço dos medicamentos parecer tão alto na visão dos consumidores. O orçamento está cada vez mais enxuto.

 

Preços dos medicamentos ficaram muito mais caros
Preços dos medicamentos ficaram muito mais caros

 

De acordo com o estudo, 40% dos respondentes afirmaram que, ao final do mês, têm pouco dinheiro sobrando e 26% conseguem arcar com seus compromissos, mas não conseguem guardar nada.

 

A inflação foi apontada como o principal vilão das economias (49%) enquanto os investimentos (fora a poupança) foram os favoritos daqueles que conseguem juntar uma graninha (47%).

 

Nos Estados Unidos, esse já é um entrave 

Se o preço dos medicamentos parece elevado para os consumidores, um alerta deve ser ligado para os players do mercado da saúde, uma vez que esse pode se tornar um importante entrave para o acesso a tratamentos.

 

Esse é um problema que já é realidade nos Estados Unidos, onde 9,2 milhões de pacientes assumem pular doses, consumir quantidades menores do que o prescrito ou atrasar a ingestão do medicamento. Tudo por conta da simples intenção de economizar.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Panorama Farmacêutico
IA da Panvel facilita atendimento nas farmácias

Criada recentemente, a IA da Panvel começou a ser utilizada em cinco farmácias da rede em abril e já está presente em 400 lojas. O Serviço de Orientação Farmacêutica com Inteligência Artificial foi batizado como Sofia, e desenvolvido a partir dos modelos generativos ChatGPT, da OpenAI e Claude, da Anthropic.