Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.
Sincofarma SP

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Como o neuromarketing pode melhorar vendas na farmácia

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Próximo sábado um curso que vai ajudar a melhorar suas vendas na Farmácia. Inscreva-se para Layout de PDV Como organizar Perfumaria, Precificação, Mix de Produtos e Ponto de Venda, dia 16/03/24.

 

Segundo o Harvard Business Review, o campo do neuromarketing, também conhecido como neurociência do consumidor, estuda o cérebro para prever e até direcionar o comportamento do consumidor e a tomada de decisões. E a técnica pode fazer a diferença para aprimorar as vendas em farmácias.

Para a especialista Karla Menezes, dados biométricos colhidos a partir do reconhecimento facial, da íris, retina, das digitais ou da voz são analisados por softwares capazes de capturar reações do consumidor.

Isso inclui o tempo gasto observando um produto, as expressões faciais, o tempo de permanência e as interações em uma loja online ou aplicativo. “Com a avaliação dessas respostas emocionais, é possível entender que fatores influenciam diretamente as decisões de compra”, explica.

 

Neuromarketing torna as campanhas mais assertivas

As técnicas de neuromarketing estão cada vez mais presentes na publicidade, tornando possível o desenvolvimento de campanhas mais assertivas. Além disso, por meio dessa análise, pode-se criar grupos de consumidores com perfis e hábitos de consumo similares, pois permite o envio de mensagens mais personalizadas para o público-alvo.

 

 

Com os gatilhos certos, o cliente reconhece uma necessidade e vai procurar resolvê-la. “No caso de campanhas publicitárias focadas na área médica e farmacêutica, ao trabalhar com o neuromarketing, há menos desperdício de tempo e recursos”, explica Marcela BianchinCEO da Vogel Health e especialista em comunicação e propaganda para a área da saúde no Brasil.

 

Técnicas para aplicar o neuromarketing em farmácias

De acordo com a empresa espanhola Mayence, especializada em mobiliário para o PDV, a instalação adequada de expositores é altamente recomendada para despertar o estímulo visual. Porém, se vier acompanhada por estímulos olfativos, a efetividade será ainda maior

 

Banner

Usar um banner na farmácia é um dos elementos-chave do neuromarketing, pois as pessoas tendem a se lembrar com mais facilidade de imagens grandes e marcantes. O banner roll-up é de grande ajuda para sinalizar áreas ou destacar ofertas exclusivas que você oferece aos seus clientes

 

Leia também: Entenda os erros mais comuns no layout da farmácia

 

Vinil

Os vinis também desempenham um papel muito importante no neuromarketing visual. Datas comemorativas são momentos estratégicos para utilizá-lo e assim aumentar as vendas

 

Sinais luminosos

A proposta de utilizar sinalização luminosa ajuda a dar ênfase para categorias e produtos cuja venda a farmácia deseja valorizar

 

Promoções ou brindes exclusivos

Outra boa ideia é distribuir alguns produtos ou fazer promoções exclusivas aos consumidores, para que eles se sintam especiais e tenham boas lembranças da sua farmácia

 

Chame a atenção pelo cheiro

O trabalho com aromas desperta a sensação olfativa, deixando o cliente mais confortável e facilitando a compra

 

Uso da música

O uso de uma música de fundo descontraída proporciona mais leveza ao ambiente e contribui para estimular a permanência no PDV

 

Fonte: Panorama Farmacêutico
Foto: Freepik