Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Empresa derruba 279 sites de farmácias por medicamentos falsos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

A empresa de segurança cibernética BrandShield derrubou 279 sites de farmácias que anunciavam a venda de medicamentos falsos. Remédios como o Ozempic e o Wegovy foram os mais explorados pelos golpistas. As informações são do Olhar Digital.

 

Embora os medicamentos GLP-1 sejam desenvolvidos para o tratamento da diabetes tipo 2 e da obesidade, os remédios dessa categoria vêm sendo largamente utilizados para a reduzir o apetite e facilitar o emagrecimento.

A desativação dos sites é mais uma etapa de uma megaoperação da empresa, que já retirou quase 4 mil anúncios de redes sociais e removeu mais de 6 mil listagens online de drogas ilegais, em países como Índia, China e Brasil.

 

 

As ações da BrandShield tiveram a parceria da Pharmaceutical Security Institute (PSI), organização que tem apoio de indústrias farmacêuticas como Eli Lilly e Novo Nordisk, produtoras de alguns dos medicamentos alvejados pelos criminosos.

 

Leia também: 10% dos medicamentos vendidos em países em desenvolvimento são falsos, diz OMS

 

Medicamentos falsos por sites de farmácias são problema recorrente

O comércio de medicamentos falsos por sites de farmácias segue a cartilha de utilizar remédios para emagrecer. Em 2020, a Polícia Militar de Minas Gerais fechou um laboratório clandestino e, no ano seguinte, o Panorama Farmacêutico noticiou uma investigação da polícia de Porto Velho em empresas suspeitas de vender medicamentos ilegalmente.

 

Fonte: Panorama Farmacêutico
Foto: Freepik