Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Conheça novas tecnologias para farmácias acessíveis a PMEs

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Participe da Palestra INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL (A.I.) NO VAREJO FARMACÊUTICO é não fique para trás. no próximo dia 18 de maio próximo sábado, Presencial, Inscrições abertas.

 

As novas tecnologias para farmácias podem parecer distantes para as empresas de pequeno e médio porte. Mas a 24ª edição da Feira Internacional de Automação para o Comércio (Autocom), realizada no fim de abril na capital paulista, apresentou ferramentas acessíveis para varejistas reduzirem perdas e ampliarem competitividade.

 

A Associação Comercial de São Paulo elencou algumas delas:

 

Pagamento facial

O sistema desenvolvido pela Payface em parceria com a Positivo é integrado às maquininhas de vendas. O reconhecimento facial evita vulnerabilidades e golpes relacionados a cartão clonado e notas falsas, entre outros. Também dispõe de recursos antifraudes que evitam a conclusão da transação quando detecta pessoas próximas do seu campo de visão. Além disso, reconhece movimentos físicos e impossibilita a leitura de fotos ou de clientes com máscaras

 

 

Celular como carteira

A Cielo criou um software que converte em maquininhas aparelhos Android e IOS que têm a funcionalidade NFC. “O CieloTap é conectado ao sistema do estabelecimento, permitindo que o empreendedor tenha controle sobre a origem do pagamento em cada dispositivo utilizado”, informa o diretor de marketing Wilson Nunes. O próprio vendedor finaliza a operação, evitando a formação de filas. O PDV desembolsa apenas uma taxa de transação por venda, mas não arca com custos para adquirir o software

 

Atualização automática de preço

A solução concebida pela Toledo do Brasil – Prix consiste em pequenas telas digitais que viabilizam a atualização automática dos preços nas prateleiras. Um sinal enviado para uma antena de comunicação óptica, com cerca de 120 m² de área de cobertura, impede a remarcação manual e libera o tempo dos atendentes para outras tarefas. O kit com 200 unidades dessas etiquetas custa em torno de R$ 35 mil.

 
Fonte: Panorama Farmacêutico
Foto: Reprodução