Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Risco de falta de insulina no Brasil, Ministério da Saúde faz compra emergencial

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Estoque da pasta acabará em abril; pregões abertos em agosto de 2022 e em janeiro deste ano não tiveram propostas.

 

Brasil corre o risco de ficar sem insulina para diabetes temporariamente. Isso porque o estoque do medicamento do Ministério da Saúde vai acabar em abril. O alerta foi feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Leia também: Existe esperança no uso da Semaglutida para o tratamento de Obesidade e Alzheimer?

 

De acordo com o ministério, os pregões abertos em agosto de 2022 e em janeiro deste ano não receberam propostas. Com isso, dados da pasta apontam que a insulina pode acabar já no próximo mês. Diante deste cenário, o Ministério da Saúde explicou para o TCU que decidiu realizar a compra direta emergencial do medicamento, no primeiro mês de 2023, para impedir o desabastecimento.

 

Freepik

 

O chamamento público consta do Diário Oficial do último dia 8 de março. A compra visa obter 1,3 milhão de tubetes de insulina de 3 ml para atender o Sistema Único de Saúde (SUS) por cerca de 180 dias. O relator do caso no TCU, ministro Vital do Rêgo, comentou estar preocupado com a situação. “Houve dois fracassos de pregões e o processo de compra direta vai trazer o abastecimento até maio. A ministra da Saúde (Nísia Trindade) esteve hoje em meu gabinete e disse que já está em trabalho para receber esses medicamentos de países da Ásia que têm certificação da Anvisa de lá”, explicou.

 

 

Foto: Freepik
Fonte: JP News