Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Protetor solar em crianças: quando e como usar?

Proteção solar

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

A proteção solar é essencial para a saúde da pele em todas as idades. Porém, as crianças precisam redobrar os cuidados com os momentos ao ar livre.

 

Estudos mostram que a exposição solar excessiva na infância aumenta de forma significativa o risco de câncer de pele na idade adulta.

 

Isso porque cerca de 80% de toda radiação solar que recebemos durante toda a vida ocorre nos primeiros 18 anos de idade, devido à realização de atividades realizadas ao ar livre sem uso de proteção.

 

Leia também: Como evitar que as altas temperaturas estraguem medicamentos em casa?

 

Portanto, a prevenção precisa começar na infância.

 

Confira, a seguir, outros motivos para cuidar da proteção solar desde os primeiros anos de vida e como usar o protetor solar correto nos pequenos. 

 

Por que é importante cuidar da proteção solar desde a infância?

O uso de filtros solares é essencial para a saúde da pele em todas as idades. Porém, no caso das crianças, é preciso redobrar os cuidados nos momentos ao ar livre.

 

Afinal, é cientificamente comprovado que as queimaduras solares na infância têm relação com o risco aumentado de desenvolvimento de câncer de pele na idade adulta. Dessa forma, é muito importante assegurar a proteção aos raios UVA e UVB nos primeiros anos de vida.

 

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a proteção deve ser feita com a aplicação de filtros específicos (desde que para maiores de seis meses de idade), uso de roupas, chapéu, boné, óculos, sombrinhas, bem como evitar a exposição no período entre 9h e 16h.

 

protetor-solar-em-criancas-quando-e-como-usar

 

Quando e onde passar protetor solar nas crianças?

Dependendo da faixa etária das crianças, varia-se o uso do produto escolhido.

 

Exceto em bebês menores de seis meses os filtros não são recomendados e eles também não devem se expor diretamente ao sol.

 

Para crianças de seis meses a dois anos de vida é recomentado que não se exponham diretamente ao sol no período das 9h às 16h. Deve-se, ainda, manter o hábito de usar roupas com fotoproteção, chapéu e óculos. E, para esse período da infância, já é recomendado o uso de protetor solar.

 

Crianças acima de dois anos precisam das mesmas medidas que as anteriores. O protetor solar deve ser aplicado de 15 a 30 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada duas horas ou após contato com a água ou transpiração excessiva. Não se deve esquecer de aplicar o filtro solar nas orelhas e nos lábios.

 

Preciso reaplicar o protetor solar? Com qual frequência?

Sim, o protetor solar deve ser reaplicado nas crianças a cada duas horas, após o contato com a água, bem como em situação de transpiração excessiva.

 

Por que usar o protetor kids em crianças?   

Recomenda-se produtos específicos para esta faixa etária, pois esses produtos são serem desenvolvidos especificamente para se manterem na pele durante as brincadeiras e possuírem maior resistência à água. Além disso, filtros próprios para crianças costumam ser hipoalergênicos, minimizando o risco de alergias.

 

protetor-solar-em-criancas-quando-e-como-usar

 

Como escolher o protetor solar ideal para crianças 

Como vimos, é essencial escolher o protetor certo, próprio para crianças. 

 

Pensando nisso a linha Helioderm, da Hertz farmacêutica, está ainda mais completa com o lançamento do novo protetor solar FPS 70 Kids, indicado especialmente para crianças a partir de seis meses de idade. 

 

O protetor apresenta uma fórmula hipoalergênica que não arde os olhos e conta com ativos que contribuem para a saúde da pele dos pequenos, como vitamina E, ativo hialurônico e niacinamida.

 

Além disso, o Helioderm FPS 70 kids é resistente à água e ao suor, possui um efeito invisível na pele e é aprovado por pediatras.

 

Sua aplicação é indicada no mínimo 30 minutos antes da exposição ao sol, e deve ser reaplicado a cada duas horas ou após suor intenso e/ou contato com a água.

 

Dicas extras para caprichar na proteção solar das crianças
  • Evite a exposição solar especialmente das 9h às 16h.
  • Use roupas e bonés adequados.
  • Use óculos com proteção solar.
  • Use filtros solares com FPS 30 ou mais.
  • Proteja-se também nos dias nublados.

 

Conclusão

Cuidar da proteção solar das crianças é fundamental para evitar queimaduras e reduzir riscos de doenças de maior gravidade na fase adulta, como o câncer de pele. 

A proteção solar das crianças deve ser feita com a aplicação de protetor solares específicos (desde que para maiores de seis meses), uso de roupas, chapéu, boné, óculos, sombrinhas, bem como evitar a exposição direta ao sol das 9h às 16h.

 

Um exemplo de protetor ideal para a pele infantil é o novo protetor solar Helioderm FPS 70 Kids, da Hertz Farmacêutica, indicado especialmente para crianças a partir de 6 meses. 

O protetor apresenta fórmula hipoalergênica, que não arde os olhos, conta com ativos que contribuem para a saúde da pele dos pequenos, como vitamina E, ativo hialurônico e niacinamida4, tem efeito invisível na pele e é aprovado por pediatras. 

 

O novo Helioderm FPS 70 Kids também conta com alta proteção UVA e UVB, assim, protege a pele dos efeitos nocivos causados pela radiação ultravioleta. 

 

Sua aplicação é indicada no mínimo 30 minutos antes da exposição ao sol, e deve ser reaplicado a cada duas horas ou após suor intenso e/ou contato com a água. 

 

 

Foto: Shutterstock
Fonte: Guia da Farmácia
Proteção solar