Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Resolução que regulamenta atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos foi publicada

Atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos – Resolução CFF nº 753, de 29 de setembro de 2023, que entra em vigor em 90 dias, contados a partir de 17/10/2023.

 

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) publicou, no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (17/10), a Resolução CFF nº 753, de 29 de setembro de 2023, que entra em vigor em 90 dias, contados a partir de hoje, e define, regulamenta e estabelece as atribuições e competências do farmacêutico na manipulação de medicamentos e de outros produtos para a saúde.

 

Leia também: Como o farmacêutico pode ajudar orientando sobre o autoexame de câncer de mama


Foi estabelecido, dentre outros, que, no exercício da profissão, sem prejuízo de outorga legal já conferida, é de competência do farmacêutico a supervisão de todo o processo de manipulação, seja a preparação magistral ou oficinal de medicamentos e de outros produtos para a saúde.  Compete ao farmacêutico, na farmácia com manipulação:

 

– exercê-la de forma articulada ao contexto social, com total autonomia técnico-científica, respeitando os princípios éticos que norteiam a profissão;

– ser responsável por executar e/ou supervisionar as atividades relacionadas ao processo de manipulação, controle de qualidade e garantia da qualidade;

– avaliar a infraestrutura da farmácia, promovendo os ajustes necessários à adequação de instalações, equipamentos, utensílios e serviços, de acordo com a legislação vigente;

– manipular, dispensar e comercializar medicamentos isentos de prescrição, bem como cosméticos e outros produtos farmacêuticos magistrais, independentemente da apresentação da prescrição;

– manipular, dispensar e comercializar medicamentos de uso contínuo e outros produtos para a saúde, anteriormente aviados, independentemente da apresentação de nova prescrição para atendimento da necessidade imediata do paciente, excetuando antibióticos e controlados;

– realizar cálculos de correções em insumos e que sejam necessários para o atendimento da prescrição, conforme norma específica;

– receber e avaliar a prescrição de profissional habilitado;

– prestar serviços farmacêuticos no contexto da farmácia clínica, de forma presencial e/ou remota.

 

Atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos
Atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos

 


Também foram definidas às condições gerais das atividades e atribuições do farmacêutico atuante na manipulação de medicamentos e demais produtos para a saúde; a assistência farmacêutica e o exercício privativo do farmacêutico no controle e supervisão do processo de manipulação e qualidade dos medicamentos e outros produtos para a saúde; a avaliação da prescrição.


Foi determinado que cabe ao farmacêutico informar, aconselhar e orientar, de forma escrita ou verbal, quanto ao uso racional de medicamento, à interação com outros medicamentos e alimentos, a reações adversas e às condições de conservação, armazenamento e descarte dos produtos.Todas as receitas e solicitações atendidas devem ser registradas, de forma física ou informatizada, de forma a permitir a rastreabilidade e comprovar a manipulação e a dispensação.A Resolução 753 CFF, de 29-9-2023 também revogou a Resolução 467 CFF, de 28-11-2007, e a Resolução 746 CFF, de 27-4-2023.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: CFF
Atribuições do farmacêutico na manipulação de medicamentos