Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Acessar

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Bulas impressas de medicamentos devem ser mantidas pelas dificuldades de acesso à internet no Brasil

Bulas impressas de medicamentos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

A discussão sobre manter bulas impressas de medicamentos persiste diante da crescente tecnologia.

 

Em um mundo cada vez mais digital, onde a tecnologia desempenha um papel central em diversas áreas da vida cotidiana, surge a discussão sobre a manutenção das bulas impressas de medicamentos, mesmo com a crescente disponibilidade de aplicativos para acesso online a essas informações. Essa consideração torna-se ainda mais relevante ao levarmos em conta as inúmeras deficiências de acesso à internet que afetam mais de 25% da população brasileira (40 milhões de pessoas)  por uma variedade de motivos.

 

Leia também: Contrato com farmacêutica para compra de imunoglobulina gera polêmica

 

O acesso fácil a informações sobre medicamentos é essencial para garantir a segurança e a saúde da população. As bulas fornecem detalhes cruciais sobre posologia, efeitos colaterais, interações medicamentosas e precauções, sendo uma fonte valiosa de conhecimento e orientação para os pacientes. No entanto, a digitalização dessas informações trouxe consigo a questão da acessibilidade.

 

Desafios de acesso à internet no Brasil:

Mais de um quarto da população brasileira enfrenta desafios no acesso à internet, seja devido à falta de infraestrutura em áreas remotas, à dificuldade econômica ou à falta de familiaridade com tecnologias digitais. A exclusão digital é uma realidade que impacta a capacidade de muitos cidadãos em usufruir plenamente dos benefícios oferecidos pela conectividade.

 

Limitações dos aplicativos para bulas online:

Embora aplicativos que disponibilizam bulas online ofereçam comodidade para muitos, é importante reconhecer as limitações dessas soluções. O acesso contínuo à internet é fundamental para a utilização dessas plataformas, o que pode se tornar um desafio em regiões com conectividade instável ou ausente.

 

Bulas impressas de medicamentos
Bulas impressas de medicamentos

 

A bula impressa como alternativa acessível:

Manter a bula impressa dos medicamentos como alternativa viável é uma medida inclusiva e sensível às necessidades de toda a população. Além de garantir o acesso às informações independentemente da conectividade, a versão impressa é prática em situações em que o dispositivo eletrônico pode não estar disponível ou carregado.

 

Promovendo a conscientização e a equidade:

A promoção da conscientização sobre a importância de manter a bula impressa contribui para a equidade no acesso à informação de saúde. Campanhas educativas podem destacar a relevância dessa prática, especialmente em regiões onde a conectividade é um desafio constante.

 

Conclusão:

Em um cenário marcado pelos avanços tecnológicos, é vital equilibrar a modernidade com a acessibilidade. Manter a bula impressa de medicamentos emerge como uma prática inclusiva, vital e sensível às diferenças sociais e econômicas existentes no Brasil. Garantir que todos tenham acesso às informações necessárias para um uso seguro e eficaz de medicamentos é fundamental para promover a saúde pública e a justiça no país.

 

 

Foto: Shutterstock
Fonte: Guia da Farmácia