Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Associado

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Personalização de cosméticos no radar regulatório da Anvisa

Personalização de cosméticos

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

A Anvisa aprovou a Agenda Regulatória (AR) para o ciclo 2024-2025 e um dos temas selecionados é a personalização de cosméticos. Segundo reportagem da Cosmetic Innovation, a escolha do tema reflete a importância crescente desse segmento e a necessidade de sua regularização.

 

A personalização de cosméticos refere-se à formulação de produtos de beleza de acordo com as necessidades específicas de cada consumidor, considerando fatores como tipo de pele, preferências pessoais, condições climáticas e questões de saúde.

 

Leia também: Depressão em idosos: por que doença ainda é difícil de ser diagnosticada

 

Esta abordagem apresenta uma série de benefícios para os consumidores, mas a Anvisa destaca a importância da regulamentação adequada para garantir a segurança e a qualidade desses produtos.

 

Aspectos da regulamentação da personalização de cosméticos:

Segurança do consumidor: A regulamentação visa assegurar que os ingredientes utilizados na formulação personalizada sejam seguros e não representem riscos para a saúde do consumidor.

 

Padrões de qualidade: Estabelece padrões de qualidade para ingredientes, processos de fabricação e formulações, garantindo que os produtos atendam a critérios de qualidade e eficácia.

 

Transparência e informação: Promove a transparência na indústria, garantindo que os consumidores tenham acesso a informações claras sobre ingredientes, concentrações e potenciais efeitos colaterais.

 

Eficiência e eficácia: Regulamentações apropriadas otimizam os processos de personalização, garantindo que as formulações atendam às expectativas dos consumidores.

 

Personalização de cosméticos
Personalização de cosméticos

 

Inovação responsável: Estabelece diretrizes claras para promover a inovação responsável na indústria de cosméticos, incentivando novas abordagens e tecnologias.

 

Responsabilidade ambiental: Inclui diretrizes relacionadas à sustentabilidade e à minimização do impacto ambiental dos produtos personalizados.

 

Proteção contra práticas enganosas: Protege os consumidores contra práticas comerciais enganosas, respaldando as promessas dos fabricantes com evidências científicas sólidas.

 

Além da personalização, a Anvisa elencou mais oito temas exclusivos para o mercado cosmético, entre eles o fracionamento de cosméticos e reutilização de embalagens; requisitos para regularização de produtos cosméticos repelentes; requisitos para regularização de produtos cosméticos orgânicos; e atualização de listas de substâncias permitidas.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Panorama Farmacêutico
Personalização de cosméticos