Sincofarma SP

Pesquisar
Close this search box.

Acessar

Menu

 
 

ASSOCIE-SE:

Roche compra farmacêutica de olho no mercado de obesidade

Mercado de obesidade e diabetes

Compartilhe:

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Roche anunciou nesta segunda-feira, dia 4, a compra da Carmot Therapeutics, mirando o mercado de obesidade e diabetes. 

 

Nos termos do acordo, a Roche pagará US$ 2,7 bilhões em dinheiro no final da transação. Além disso, os acionistas da Carmot têm direito a receber pagamentos de até US$ 400 milhões, dependendo do cumprimento de determinados marcos.

 

Leia também: Como funciona o canabidiol para tratamento da ansiedade?

 

Após a conclusão do acordo, a Roche obterá acesso ao atual portfólio de P&D da farmacêutica norte-americana, incluindo todos os ativos clínicos e pré-clínicos, com a farmacêutica californiana e seus funcionários ingressando no Grupo Roche como parte da Divisão Farmacêutica da companhia.

 

A Roche também terá acesso exclusivo à Chemotype Evolution, plataforma de descoberta da Carmot, projetada para identificar e otimizar candidatos a medicamentos, o que fortalecerá os esforços de P&D e o portfólio da Roche em doenças cardiovasculares e metabólicas. A conclusão da transação está prevista para ocorrer no primeiro trimestre de 2024.

 

Mercado de obesidade e diabetes
Mercado de obesidade e diabetes

 

Portfólio tem grande potencial para tratar obesidade

A Carmot possui um portfólio de P&D que inclui incretinas subcutâneas e orais em estágio clínico para tratar a obesidade em pacientes com e sem diabetes. Os dados sugerem o melhor potencial da categoria para alcançar e manter a perda de peso com eficácia diferenciada. Além disso, os ativos oferecem uma oportunidade para combinações com ativos existentes em pipeline da Roche, incluindo aqueles focados em outros benefícios, como a preservação da massa muscular.

 

As incretinas são hormônios intestinais secretados após a ingestão de alimentos e desempenham um papel na modulação da glicose no sangue, estimulando a secreção de insulina e suprimindo o apetite. O portfólio baseado em incretinas também poderia ser expandido para outras indicações onde elas desempenham um papel, incluindo doenças cardiovasculares, retinais e neurodegenerativas.

 

“A obesidade é uma doença heterogênea que contribui para muitas outras doenças que, em conjunto, constituem um fardo significativo para a saúde em todo o mundo. Ao combinar o portfólio da Carmot com programas em nosso pipeline farmacêutico e nossa experiência em diagnóstico e portfólio de produtos para doenças cardiovasculares e metabólicas, pretendemos melhorar o padrão de atendimento e impactar positivamente a vida dos pacientes”, afirma Thomas Schinecker, CEO do Grupo Roche.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Panorama Farmacêutico